team

Iluminem-se e deixem irradiar a vossa Luz para que ela alcance os mais recônditos cantos onde a escuridão ainda prevaleça.

SaLuSa de Sirius 23-12- 2011

Followers

Saturday, July 16, 2011

MUDE O MUNDO -- "DECIDAM SE DEVEMOS OU NÃO, MOSTRAR-NOS!"



MUDE O MUNDO
   

 
"DECIDAM SE DEVEMOS OU NÃO, MOSTRAR-NOS!"
 


Quem quer que tenha traduzido esta mensagem para vós não é relevante, e deve permanecer anónimo na vossa mente. Aquilo que ireis fazer com esta mensagem é que importa! Cada um de vós deseja exercitar o seu livre arbítrio e experimentar a felicidade.
Estes são os atributos que nos foram apresentados, e aos quais agora temos acesso. O uso do livre arbítrio está relacionado com o conhecimento que tendes do vosso próprio poder. A vossa felicidade está relacionada o amor que dais e recebeis.

Tal qual todas as raças conscientes neste estágio de evolução, podeis estar a sentir-vos isolados no vosso planeta. Esta impressão faz-vos ter a certeza do vosso destino. No entanto, estais à beira de grandes mudanças, das quais apenas uma minoria está a par.

Não é da nossa responsabilidade modificar o vosso futuro, sem que isso seja da vossa escolha. Considerem esta mensagem como um referendo mundial! E considerem a vossa resposta, como um voto!

Quem somos nós?

Nenhuns dos vossos cientistas ou representantes religiosos são unânimes sobre os inexplicáveis eventos celestiais que a Humanidade tem presenciado durante milhares de anos. Para saber a verdade, é preciso encará-la sem o filtro das crenças, por mais respeitáveis que elas sejam.

Um número crescente de pesquisadores anónimos está a explorar novos caminhos para o conhecimento, e a chegar bem perto da realidade. Hoje, a vossa civilização está inundada com um oceano de informações, sendo que,  apenas uma pequena parte delas é, realmente, difundida.

O que na vossa História já pareceu um dia ser ridículo ou improvável, tem-se tornado frequentemente possível e real, particularmente nos últimos cinquenta anos. Saibam que o futuro será mais surpreendente. Ireis descobrir coisas muito piores do que conheceis, bem como descobrireis coisas muito melhores.

Tal como biliões de outros seres, nesta galáxia, somos criaturas conscientes, às quais alguns de vós dão o nome de "extra-terrestres", ainda que esta realidade seja um pouco difícil de ser compreendida.

Não há diferenças fundamentais entre vós e nós, salvo a experiência de certos estágios de evolução. Tal como qualquer outra estrutura organizada, a hierarquia está presente nos nossos relacionamentos internos. A nossa é baseada na sabedoria de diversas raças. É com a aprovação desta hierarquia que agora nos voltamos para vós.

Como a maioria de vós, estamos em busca do Ser Supremo. Portanto, não somos deuses ou deuses menores, mas somos verdadeiramente os vossos pares na Irmandade Cósmica.

Fisicamente, somos um pouco diferentes, mas a maioria tem uma forma humanóide.

A nossa existência é uma realidade, mas a maioria ainda não a percebe. Não somos meros observadores, somos consciências tal como vós. Ainda não se aperceberam de nós porque permanecemos, na maior parte do tempo, invisíveis aos vossos sentidos e instrumentos de medida.

O nosso desejo é preencher agora esse vazio da vossa História. Estamos a fazer desta decisão, uma decisão colectiva, mas isso não é suficiente. Precisamos da vossa decisão. Através desta mensagem, ireis tornar-vos responsáveis pela vossa decisão!

Não temos um representante humano na Terra, que possa guiar a vossa decisão.

Por que não somos visíveis?

Em certos estágios de evolução, as Humanidades "cósmicas" descobriram novas formas de ciência, que os levaram além do controle aparente da matéria. Desmaterialização e materialização estruturadas fazem parte delas. Isso é o que a sua Humanidade tem alcançado em alguns laboratórios, em intensa colaboração com outras criaturas "extra-terrestres", à custa de perigosos compromissos que permanecem, propositadamente, ocultos de vós, por alguns dos vossos representantes.

Além de objectos aéreos ou espaciais ou fenómenos conhecidos pela vossa comunidade científica, conhecidos como OVNIS, existem, essencialmente, naves espaciais multidimensionais manufacturadas com estas capacidades.

Muitos seres humanos já tiveram contacto visual, auditivo, táctil ou psíquico com tais naves, algumas das quais são mantidas pelas forças ocultas que as "governam". A escassez das vossas observações deve-se às impressionantes vantagens proporcionadas pelo estado desmaterializado destas naves.

Por não as poderdes testemunhar por vós mesmos,  não acreditais na sua existência. Nós compreendemos isso totalmente.

A maioria destas observações é feita numa base individual, de modo a tocar a alma e não modificar qualquer sistema organizado. Isso é deliberado pelas raças que os circundam, por diversas razões e resultados.

Pelo facto de seres multidimensionais negativos terem um papel no exercício do poder sombrio da oligarquia humana, eles agem discretamente, para manter a sua existência, e a sua condição, desconhecidas.

Para nós, a discrição é motivada pelo respeito do livre arbítrio que todas as pessoas podem exercer para gerir os seus próprios assuntos, para que possam alcançar maturidade técnica e espiritual. A entrada da Humanidade para a família das civilizações galácticas é ansiosamente aguardada.

Nós podemos aparecer à luz do dia e ajudá-los a criar esta união. Ainda não o fizemos, pois muito poucos de vós genuinamente o desejaram, devido ao desconhecimento, à indiferença ou ao medo, e porque a emergência da situação ainda não justifica tal ato. Muitos daqueles que estudaram as nossas aparições contam as luzes na noite sem iluminar o caminho. Frequentemente eles pensam em termos de objectos quando a coisa é fundamentalmente sobre seres conscientes.

Quem sois vós?

Sois descendentes de muitas tradições que, ao longo do tempo, foram mutuamente enriquecidas por contribuições uns dos outros. O mesmo se aplica para as raças na superfície da Terra. A vossa meta é unirem-se, no que diz respeito a essas raízes, para realizar um projecto comum. A aparência das vossas culturas parece-vos manter separados, porque vocês as incorporam profundamente nos vossos seres. A forma é, agora, mais importante do que a essência da vossa natureza subtil. Para os poderes instituídos, a prevalência desta forma constitui uma defesa poderosa contra qualquer tipo de ameaça.

Estais a ser chamados a superar a forma, continuando a respeitá-la pela sua riqueza e beleza. Compreendendo a consciência da forma, sereis capazes de amar o ser humano em sua diversidade. A paz não significa deixar de fazer a guerra, ela consiste em que vse tornem naquilo que são de facto: uma só Fraternidade.

Para compreender isso, o número de soluções ao vosso alcance está diminuindo. Uma delas consistiria em contactar outra raça, que reflectisse a imagem do que vocês são realmente.

Qual é a vossa situação actual?

Excepto em raras ocasiões, as nossas intervenções sempre tiveram muito pouca incidência na vossa capacidade de tomar decisões, individual e colectivamente, sobre o vosso próprio futuro. Isso é motivado pelo nosso conhecimento sobre os vossos mais profundos mecanismos psicológicos.

Chegamos à conclusão que a liberdade é construída a cada novo dia em que um ser se torna consciente de si mesmo e de seu ambiente, livrando-se progressivamente de  limitações e inércias, quaisquer que sejam elas. A despeito das numerosas e corajosas   consciências humanas, estas inércias têm sido artificialmente sustentadas, visando apenas a manutenção e o benefício de um crescente poder centralizador.

Até recentemente, a Humanidade viveu satisfatoriamente no controle das suas decisões. Mas está perdendo cada vez mais o controle de sua própria fé devido ao uso de tecnologias avançadas, cujas consequências letais para o eco-sistema terrestre e humano se tornarão irreversíveis. Estais, lenta e continuadamente, a perder a vossa capacidade de tornar a vida gratificante. A capacidade de se recuperarem rapidamente de doenças ou de tristezas profundas será artificialmente reduzida, independente da vossa vontade. Tais tecnologias existem, e afectam o vosso corpo e a vossa mente. Estes planos estão a pleno vapor.

Isso pode mudar, desde que mantenham o vosso poder criativo, mesmo que ele co-habite com as intenções sombrias dos vossos donos potenciais. É por essa razão que nos mantemos invisíveis. O poder individual será esvaziado até desaparecer completamente, caso não ocorra uma reacção de grande magnitude. O período a seguir é o desta ruptura, qualquer que seja.

Mas será que precisais de aguardar até ao momento final para encontrar soluções? Deveis se antecipar-vos à dor ou senti-la?

A vossa História nunca cessou de estar marcada por encontros entre pessoas, que tiveram que se descobrir em condições frequentemente conflituosas. As conquistas de uns sempre ocorreram em detrimento das perdas dos outros. A Terra agora se tornou uma vila, onde todos se conhecem, mas onde os conflitos persistem e as ameaças de todos os tipos se tornam piores, em duração e intensidade.

Apesar dos seres humanos terem muitas capacidades potenciais, eles não as podem exercer com dignidade. Esse é o caso para a imensa maioria de vós, por razões essencialmente geopolíticas.

Existem muitos biliões de seres humanos. A educação das vossas crianças, e as vossas condições de vida, bem como as condições de inúmeros animais e plantas estão, não obstante, sob o polegar de um número reduzido dos vossos representantes políticos, financeiros, militares e religiosos.

Os vossos pensamentos e crenças são modelados a partir de interesses partidários, para tornar-vos escravos, enquanto, ao mesmo tempo, vos dão a sensação de que estais em total controlo do vosso destino, o que, essencialmente, é a realidade.

Mas há um longo caminho entre um desejo e um facto, quando as verdadeiras regras do jogo actual são desconhecidas. Nesse momento, não sois os conquistadores. Informações distorcidas são uma estratégia milenar usada contra os seres humanos. Induzir pensamentos, emoções e organismos que não vos pertencem, por meios e tecnologias específicas, é uma estratégia ainda mais antiga.

Oportunidades maravilhosas de progresso andam de mãos dadas com grandes ameaças de submissão e destruição. Estes perigos e oportunidades existem agora. No entanto, só podeis perceber o que vos é mostrado. O fim dos recursos naturais está programado, ao passo que nenhum projecto colectivo de preservação foi lançado.

A exaustão dos mecanismos dos eco-sistemas ultrapassou limites irreversíveis. A escassez de recursos e sua distribuição injusta – recursos cujos custos irão aumentar numa base diária – irão trazer à tona fratricídios (homicídios em massa), nas cidades e nas zonas rurais.

O ódio aumenta, mas também o amor. É isso que vos mantém confiantes na vossa habilidade de encontrar soluções. Mas a massa crítica é insuficiente e um trabalho de sabotagem está, a ser executado, de maneira inteligente.

Os comportamentos humanos, formados de hábitos e treinos passados, tem uma inércia tamanha que esta perspectiva vos leva a um beco sem saída. Vocês confiam a resolução destes problemas aos vossos representantes, cujas consciências de bem-estar colectivo lentamente desaparecem face aos interesses corporativos, com as dificuldades conhecidas. Eles estão eternamente debatendo a forma, mas raramente o conteúdo.

No exacto momento da acção, irão acumular-se atrasos, a ponto que tereis de vos submeter, em vez de escolher. Essa é a razão pela qual, mais do que nunca, na vossa História, as vossas decisões de hoje irão ter um impacto directo e significativo na vossa sobrevivência, amanhã.

Que evento poderia radicalmente modificar essa inércia típica de qualquer civilização ? De onde virá uma consciência colectiva e unificada, que irá interromper essa corrida cega nos dias que se irão seguir?

Tribos, populações e nações humanas sempre encontraram e interagiram umas com as outras. Face às ameaças sobre a família humana, talvez seja a hora de acontecer  que uma interacção maior.

Uma grande onda de mudança está a ponto de emergir. Ela mistura aspectos muito positivos, mas também aspectos muito negativos.


Quem são os “terceiros”?

Há dois modos de estabelecer um contacto cósmico com outra civilização: através dos vossos representantes ou directamente com os indivíduos, sem distinção. O primeiro modo gera conflitos de interesses, o segundo modo gera consciência.

O primeiro modo foi escolhido por um grupo de raças motivadas em manter a Humanidade sob escravidão, através do controle dos recursos naturais Terrestres, da genética e da energia emocional humana.

O segundo modo foi escolhido por um grupo de raças aliadas à causa do Espírito de serviço. Em nossos objectivos, estamos aliados à esta causa desinteressadamente, e n apresentamo-nos a alguns representantes do poder, há alguns anos atrás, os quais se recusaram a apertar as nossas mãos sob o pretexto de interesses não compatíveis com a sua visão estratégica.

É por isso que hoje vocês devem tomar esta decisão individualmente, sem a interferência de qualquer representante. O que propusemos no passado àqueles que acreditávamos estar em posição de contribuir para a vossa felicidade, nós propomos agora a… vós!

A maioria ignora que criaturas não-humanas tomaram parte no exercício daqueles poderes centralizadores, sem nem mesmo passarem perto de seus sentidos. Isso é tão verdadeiro que eles quase tomaram o controle. Eles não permanecem, necessariamente, no vosso plano material, o que os tornará extremamente eficientes e apavorantes no futuro próximo. No entanto, estejam cientes que, um grande número de representantes, estão lutando contra esse perigo! Estejam cientes que nem todas as abduções são para vosso mal. É difícil reconhecer a verdade!

Como é que vocês poderiam, sob tais condições, exercer o vosso livre arbítrio quando tantas coisas são manipuladas? No que é que sois realmente livres?

A Paz e a Reunificação dos vossos povos será um primeiro passo em direcção à harmonia com outras civilizações, diferentes das vossas.

Isso é precisamente o que aqueles que vos manipulam, dos bastidores, querem evitar a todo custo porque, mantendo-vos separados, eles reinam! Eles também reinam sobre aqueles que vos governam! A sua força vem da capacidade de instigar desconfiança e medo em vós. Isso prejudica consideravelmente a vossa natureza cósmica!

Esta mensagem não seria interessante se os planos desestabilizadores e assassinos desses manipuladores não tivesse atingido o auge, e a sua realidade se materializasse dentro de alguns poucos anos a partir de agora. Seus prazos estão próximos e a Humanidade irá se submeter a tormentas sem precedentes, pelos próximos dez ciclos.

Para se defenderem desta agressão sem rosto, pelo menos precisais de ter informação suficiente que leve à solução.

Como também é o caso que acontece com os humanos, a resistência existe entre aquelas raças dominantes. Aqui, de novo, a aparência não será suficiente para distinguir o inimigo do aliado. No vosso estado psíquico actual, é extremamente difícil para vós distinguir entre eles. No momento certo, será necessário um treino, para que aprendam a usar a vossa intuição.

Cientes do valor inestimável do livre arbítrio, nós convidamos-vos para uma alternativa.

O que podemos oferecer?

Podemos oferecer-vos uma visão holística (completa) do universo e da vida, interacções construtivas, experiência de relacionamentos justos e fraternais, libertação de conhecimento técnico, erradicação do sofrimento, exercício controlado dos poderes individuais, acesso a novas formas de energia e, finalmente, uma melhor compreensão da consciência.

Não podemos ajudar-vos a superar os vossos medos individuais e colectivos, ou a dar-vos novas leis que vocês não escolheram, trabalhar por vós, individual e colectivamente, para construir o mundo que desejam, o espírito para buscar os novos céus.

O que receberemos em troca?

Se decidirem que este contacto ocorra, ficaremos muito felizes por podermos, em sua companhia, salvaguardar o equilíbrio fraterno desta região do universo, os intercâmbios diplomáticos frutíferos, e a intensa Alegria de saber que vocês estão unidos na realização do que são capazes de fazer. Este sentimento de Alegria é eternamente buscado no Universo, pois sua energia é divina.

Qual a pergunta que desejamos lhes fazer?
“VOCÊS QUEREM QUE APAREÇAMOS?”

Como podeis responder a esta questão?

A verdade da alma pode ser lida por telepatia. Vocês precisam apenas se perguntar a si mesmos esta pergunta, e dar a si mesmos a resposta, claramente, sozinhos ou em um grupo, como desejarem. Estar no coração de uma cidade ou no meio do deserto não diminui a eficiência de sua resposta, SIM ou NÃO, IMEDIATAMENTE APÓS TEREM FEITO A SI MESMOS A PERGUNTA! Apenas façam isso como se estivessem pensando sozinhos, mas pensando sobre a mensagem.

Esta é uma pergunta universal e estas meras e poucas palavras, postas em seu contexto, tem um significado poderoso. Vocês não devem deixar que a hesitação entre no caminho. É por isso que devem, calmamente, pensar a respeito dela, plenamente conscientes. A fim de associarem perfeitamente a vossa resposta à pergunta, é recomendável que respondam a ela antes de relerem essa mensagem outras vezes.

Não tenham pressa em responder. Respirem e deixem todo o poder de seu livre arbítrio penetrar em vós. Orgulhem-se do que são! Os problemas que tendes enfraquecem-vos. Esqueçam-se deles por alguns poucos minutos para que possam ser vocês mesmos, plenamente. Sintam a força cuja nascente está dentro de vós. Estais no controlo de vós mesmos !

Um simples pensamento, uma simples resposta, pode mudar drasticamente o vosso futuro próximo, de um jeito ou de outro.

A vossa decisão individual de solicitar ao vosso Eu Superior que nós apareçamos em vosso plano material, à luz do dia, é preciosa e essencial para todos nós.
Tendes a liberdade também de decidir como fazer isso, ainda que sejam essencialmente desnecessários os rituais. Um pedido sincero, feito de coração e de acordo com o vosso livre arbítrio, será sempre percebido por aqueles de nós a quem ele foi enviado.
Na vossa câmara privada, de acordo com o vosso desejo secreto, ireis determinar o futuro.

O que significa o “efeito alavanca” ?

Esta decisão deve ser tomada pelo maior número de pessoas, mesmo que possam parecer uma minoria. Recomendamos que esta mensagem seja divulgada de todas as maneiras possíveis, em todos os idiomas possíveis, a todos em torno de vós, quer sejam ou não receptivos à essa nova visão de futuro.
Façam isso em tom alegre, bem humorado, decidindo se isso irá ajudá-los. Podeis mesmo fazer, aberta e publicamente, piadas sobre a mensagem, do modo que se sintam mais confortáveis, mas não sejam indiferentes, pois, no mínimo, tereis exercitado o vosso livre arbítrio.
Deixem de lado os falsos profetas e as crenças que eles vos transmitiram sobre nós. Esse pedido é um dos mais íntimos que podemos fazer-vos agora. Tomem a decisão por vós mesmos, como indivíduos, por ser um direito vosso e uma responsabilidade vossa!
A passividade leva apenas à ausência da liberdade. Do mesmo modo, a indecisão nunca é eficiente. Se realmente se desejais prender-vos às vossas crenças, o que é algo totalmente compreensível para nós, então digam NÃO. Se não sabeis o que escolher, não digam SIM por mera curiosidade. Isto não é um show, isto é a vida real, NÓS ESTAMOS VIVOS! E vivendo!

A vossa História está cheia de episódios de homens e mulheres determinados a influenciar a opinião pública, apesar de serem em número reduzido.

Assim como um número pequeno é suficiente para tomar o poder temporário da Terra, e influenciar o futuro da maioria, um pequeno número de vós pode radicalmente mudar o vosso destino em resposta à impotência, face a tanta inércia e obstáculos! Podeis facilitar o nascimento da Humanidade numa Irmandade.
Um dos vossos  pensadores, certa vez disse: “ Dêem-me uma alavanca, e eu levantarei a Terra”.

Ao espalhar esta mensagem, estareis usando da mesma forma o vosso poder como uma alavanca … nós seremos a alavanca do tamanho de alguns anos-luz… vocês serão os trabalhadores que irão erguer a Terra, a seguir ao nosso aparecimento.

Quais seriam as consequências positivas desta aparição?

Para nós, a consequência imediata de uma decisão favorável colectiva seria a materialização de muitas naves, no vosso céu, e na Terra.

Para vós, o efeito directo seria o abandono rápido de muitas certezas e crenças.

Um simples contacto visual terá imensas repercussões no vosso futuro. Muito conhecimento seria modificado para sempre. A organização das vossas sociedades seria profundamente elevada para sempre, em todos os campos de actividade. O poder tornar-se-ia individual pois vocês veriam, por seus próprios olhos, o que estamos vivendo. Concretamente, mudaríeis totalmente a vossa noção de valores!

A coisa mais importante para nós é que a Humanidade forme uma única família, à frente deste “desconhecido” que representamos!

O perigo irá lentamente desaparecer das vossas casas porque vocês, indirectamente, forçariam os indesejáveis, aqueles que chamamos de “os terceiros”, de se mostrarem e, depois, sumirem. Vocês todos terão o mesmo nome e compartilharão as mesmas raízes: Humanidade!

Mais tarde, serão então possibilitados intercâmbios, pacíficos e respeitosos, se for esse o vosso desejo. Por agora, aqueles que têm fome não podem sorrir, aqueles que têm medo não podem dar-nos as boas vindas. Ficamos tristes de ver homens, mulheres e crianças sofrendo a tal ponto, em seus corpos e corações, que mal podem sustentar uma Luz interior.

Essa Luz pode ser o vosso futuro. Os nossos relacionamentos podem ser progressivos.
Diversos estágios, durante muitos anos ou décadas, deverão ocorrer: o aparecimento demonstrativo das nossas naves, o aparecimento no corpo físico de outros seres que nõ têm  aparência humana, cooperação na vossa evolução técnica e espiritual, descoberta de novas partes da galáxia.

A todo momento,  ser-vos-ão oferecidas novas escolhas. Poderão então decidir por vós mesmos se irão atravessar novos estágios que creiam ser necessários para o vosso bem estar externo e interno. Nenhuma interferência será decidida unilateralmente. Nós deixar-vos-emos se vocês, colectivamente, assim o desejarem.

Dependendo da velocidade com a qual a mensagem se espalhe pelo mundo, muitas semanas, ou mesmo meses serão necessários antes da nossa “grande aparição”, se esta for a decisão tomada pela maioria daqueles que usaram a sua capacidade para escolher, e se essa mensagem receber o suporte necessário.

A principal diferença entre as vossas preces diárias às entidades de uma natureza espiritual estrita, e vossa decisão nesta contenda, é extremamente simples:

Nós estamos tecnicamente equipados para nos materializarmos!

Porquê este dilema histórico?

Nós sabemos que os “estrangeiros” são considerados inimigos por incorporarem o “desconhecido”. Num primeiro estágio, a emoção de nossa aparição irá causar um fortalecimento dos vossos relacionamentos, a uma escala mundial.
Como sabereis que a nossa chegada é consequência da vossa escolha colectiva? Pelo simples fato de que, de outro modo, já estaríamos aqui há muito tempo, relativamente ao tempo da vossa existência! Se não estamos ainda, é porque vocês ainda não tomaram esta decisão explicitamente!

Alguns de vós podem pensar que vamos fazê-los tomar essa decisão deliberadamente, para legitimar nossa chegada, mas isso não é verdade. Que interesse teríamos de, abertamente, lhes oferecer algo ao qual ainda não tendes acesso, para benefício da maioria de vós?

Como sabereis se essa não é mais uma manobra dos “terceiros” para vos escravizar? Porque sempre é mais fácil lutar contra aquele que se mostra, do que o contrário. Será que o terrorismo que vos corrói não é um exemplo gritante?

Seja como for, sois os únicos juízes do vosso coração e alma! Qualquer que seja a vossa escolha, ela é respeitável e será respeitada! Na ausência de representantes humanos que possam potencialmente induzir-vos em erro de que não sabeis nada sobre nós, bem como daqueles que vos manipulam sem o vosso consentimento.

Na vossa situação, o princípio precavido que consiste em não tentar descobrir-nos não irá perdurar jamais. Já estais na Caixa de Pandora que os “terceiros” criaram ao vosso redor. Qualquer que seja a vossa decisão, tereis que sair dela.

Face a tal dilema, uma ignorância frente à outra, devereis perguntar à vossa intuição. Quereis ver-nos com os vossos próprios olhos, ou simplesmente acreditar no que os vossos pensadores dizem? Essa é a pergunta real!

Após milhares de anos, um dia, esta escolha seria inevitável: escolher entre dois desconhecidos.

Porquê espalhar a mensagem entre vós?

Traduzam e espalhem esta mensagem largamente. Esta acção irá afectar o vosso  futuro de uma forma irreversível e histórica, na escalada dos próximos milénios. De contrário, ela irá postergar uma nova oportunidade, daqui a muitos e muitos anos, de que uma nova geração possa escolher se irá sobreviver.

Não escolher significa ir com a maioria. Não informar os outros significa correr o risco de obter um resultado contrário à expectativa. Permanecer indiferente significa abrir mão da liberdade de arbitrar sobre a questão, abrir mão do livre arbítrio.

É sobre o vosso futuro. É sobre a vossa evolução.

É possível que este convite não receba a vossa aprovação colectiva, e que, por falta de informação, seja desprezado. Não obstante, nenhum ser no Universo deseja ser desprezado ou desconsiderado, por quem quer que seja.

Imaginem a nossa chegada amanhã. Milhares de naves. Um choque cultural único na História recente da Humanidade. Será então tarde demais para se arrependerem por não terdes tomado uma posição e espalhado a mensagem, pois esta descoberta será irreversível. Nós insistimos que não tenham pressa para decidir sobre isto, mas que o façam! E decidam!

A grande comunicação social (mídia) não se interessará, necessariamente, em espalhar esta mensagem. Portanto, como seres pensantes e amorosos, anónimos e extraordinários, a vossa tarefa é transmiti-la.
Ainda sois os arquitectos do vosso destino…

“VOCÊS QUEREM QUE APAREÇAMOS?”
Autor: Anónimo.


Adaptado para o Português Europeu do site
site original:
http://www.ditrianum.org/english/articles/extraterrestrials/0006.htm

No comments:

Post a Comment

RICHARD DOLAN



TRANSCRIÇÃO DESTE VIDEO EM PORTUGUÊS AQUI

Sirius




Transição Planetária

Transição Planetária
click image

VOLUNTÁRIOS DA LUZ

Procuramos voluntários para postar mensagens nestes blogs (http://peacelovelove.blogspot.com/) De preferência com alguma experiência em postagem. Por favor, contactar curadora64@gmail.com. Atenciosamente A Coordenação

GFL BY MIKE QUINSEY

GFL BY MIKE QUINSEY
click image

Bill Wood – Project looking Glass

A Mass Meditation / Creative Visualisation For The Opening Ceremony of the Olympic Games 2012

Arco-Íris de Amor e Gratidão

Thank You to All

Petição divulgação III


prglogow.gif (8198 bytes)

Notificação do PRG - Petição da Divulgação III


QUALQUER PESSOA DE QUALQUER NAÇÃO PODERÁ ASSINAR ESSA PETIÇÃO.

http://wh.gov/8wh

Stephen Bassett Interviewed by Graham Dewyea 5.03.2012

Stephen Bassett Interviewed by Graham Dewyea 5.03.2012  - click image

http://gffreepages.blogspot.com/2012/03/english-our-galactic-family-graham.html


Invitation to the Galactic Federation to Help Us

THRIVE MOVEMENT